Resenha: Golem e o Gênio

0 Flares Twitter 0 Facebook 0 Google+ 0 Pin It Share 0 Filament.io 0 Flares ×

Quando Golem e o Gênio foi lançado pela editora DarkSide, eu fiquei muito eufórica para comprar ele. O mundo dos booktubers e das pessoas com blogs de literatura espalhados pela internet, pareciam estar vivendo um pandemônio, esse livro tomou conta, não importava o lugar que você fosse, você daria de cara com uma resenha sobre ele. Eu acabei comprando o livro um pouco depois do hype dele ter passado, um dos motivos foi que na época do lançamento do livro, nas livrarias o preço dele era muito alto, e até o final do ano passado eu não fazia compras na Amazon, por não possuir cartão de crédito. Eu acabei ganhando ele do meu namorado, ele comprou o ultimo exemplar que tinha na loja fnac do shopping Morumbi.

Assim que eu cheguei em casa, passei ele na frente da minha lista de leituras. A escrita de Helene Wacker, é muito envolvente, e a forma como ela fez a distribuição dos capítulos, faz você cair naquela velha mentira do ”Só mais um capítulo e eu vou fazer as minhas coisas.” Ela intercala capítulos narrados pela Golem (um ser feito a partir do barro, da cultura judaica) e outro ponto de vista do Gênio (ser mitológico, da cultura árabe) . Os dois protagonistas, não estão juntos desde o inicio da historia e o encontro deles leva um certo tempo para acontecer.

Eis que no momento em que os dois se conhecem, eu fui assaltada. Levaram o meu livro e tudo o que estava na bolsa. Eu fiquei bem chateada, ainda mais porque tinha sido um sofrimento para comprar ele, em varias livrarias o livro tinha esgotado, e não tinham previsão para um novo lote chegar. No dia seguinte após o assalto e depois de ter resolvido algumas dores de cabeça, eu acabei mandando mensagem para a editora, na esperança de conseguir comprar um volume direto com eles, e fui informada que eles também estavam sem volumes até mesmo para fazer uma venda direta ou me doar um exemplar. Quando cheguei em casa naquele dia, eu encontrei uma sacola presa ao meu portão, alguma alma muito caridosa e atenciosa, recolheu algumas coisas que os ladrões jogaram pelas ruas do bairro e fez a gentileza de devolver. Como? Na minha bolsa tinha algumas contas que eu paguei, com o endereço de casa. No pacote com alguns pertences que a pessoa conseguiu juntar, estava o livro. Ele ficou um pouco avariado, com umas crostas de lama e marca de água, pois no dia do assalto estava chovendo muito. Esse foi o livro que sobreviveu, e é o meu queridinho da estante. Não sei quem foi a pessoa bondosa que fez essa caridade, pois não deixou bilhete algum, mas eu sou eternamente grata.

Sinopse:

Imagem meramente ilustrativa

O livro Golem e o Gênio se passa na cidade de Nova York na virada do século XX, quando diversos imigrantes estavam em busca da terra prometida, os Estados Unidos. No folclore Judaico o Golem é uma criatura, feita do barro e que ganha vida a partir de algumas palavras mágicas, quem proclama essas palavras, se torna dono do Golem, e o ser é obrigado a fazer todo o que o seu dono desejar. Originalmente essas criaturas eram feitas para exercerem trabalhos pesados, pois são donas de uma força descomunal. Existem muitas lendas, mas todas sempre levam para a fúria assassina que existe dentro deles, o que os torna monstros violentos. A Golem do livro também prova dessa fúria, impossível dela conseguir controlar, trazendo várias consequências para sua vida. O grande problema é que ela ganha vida, em uma cidade onde ela não conhece e pior de tudo, perdendo o seu tutor, acabando sozinha e incapaz de assimilar toda a crueldade com que ela se depara.

Na mitologia árabe os Gênios são seres feitos do ar e do fogo, mas também são capazes de assumir formas físicas, tanto de animais quanto de humanos. Os poderes que um Gênio possui são extremamente cobiçados, de forma que magos e estudiosos, tentam de várias formas aprisionar um e forçar que eles realizem os seus desejos. O Gênio do livro acaba aprisionado dentro de uma garrafa de ferro, no deserto Sírio. Até que um dia a garrafa é entregue para um ferreiro, para que o mesmo consiga desamassar a garrafa antiga, no manuseio ele acaba libertando o Gênio, que não tendo para onde ir, torna-se auxiliar do ferreiro, e muito popular pelos trabalhos que realiza, na comunidade árabe em NY.

A história intercala o ponto de vista dos dois personagens. Também conta com flechbacks da vida do Gênio, antes dele ser aprisionado e historia do criador da Golem. Os personagens secundários da obra, são extremamente ricos, e colaboram muito para o desenvolvimento. Fica claro os elementos que compõe cada uma das culturas, conseguindo mostrar no que elas se parecem e as peculiaridades de cada uma. O livro fala sobre relações, bondade e a construção de amizades, sem ser dramático ou exagerado. É uma fábula que vale muito a pena ser lida, já que é muito rica em seu conteúdo.

 Título: Golem & Gênio
Autor: Helene Wecker
Tradutor: Cláudia Guimarães.
Editora: DarkSide
Edição: 1ª – 2015
Idioma: Português
ISBN-13: 9788566636482
ISBN-10: 8566636481
Adicione: Skoob Goodreads
Especificações: 514 páginas

Débora Santos Almeida

Autora de textos sobre automobilismo em especial sobre Fórmula 1, leitora voraz de livros de ficção científica, amante de Arthur C. Clarke e freqüentadora do restaurante do Douglas Adams!

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: