RESENHA – O FIM DA INFÂNCIA

0 Flares Twitter 0 Facebook 0 Google+ 0 Pin It Share 0 Filament.io 0 Flares ×

slide-fim-da-infancia-site

Me apaixonei pelo escritor Arthur C. Clarke. O primeiro livro que eu li dele foi 2001 – Uma Odisseia no Espaço, e confesso que eu tinha um preconceito sobre o livro após ter visto o filme, porém a leitura do livro é fantástica então me interessei por ele cada vez mais.

Sinopse: O livro ”O Fim da Infância” é dividido em três partes:
  • A Terra e os Senhores Supremos
  • A Era de Ouro12119022_10153542500196294_1139094083416366297_n
  • A Ultima Geração

Primeira Parte: Conta quando os Senhores Supremos chegaram na terra, logo após a Guerra Fria, quando alguns países desenvolveram as bombas que poderia dizimar países, os Senhor Supremos e por conta de acharem que nós acabaríamos nos destruindo, então eles decidem vir até a Terra para dar uma nova perspectiva para as nossas vidas. Eles acabam com as Guerras, com a violência, com a fome e com a falta de água, mas em troca dessa ajuda algumas regas são impostas (nada é de graça na nossa vida não é mesmo), os seres humanos não podem mais explorar o espaço ”o universo não é para o homem” eles dizem, os humanos estão livres para fazer o que quiserem é uma era onde as pessoas devem explorar as suas mentes porém as artes como o cinema, música, pintura acabam ficando esquecidas e os Senhores Supremos acham isso uma bobagem para o desenvolvimento.

Algumas pessoas vão contra essas ideias acham que eles não estão aqui somente para nos ajudar, que possivelmente vão nos escravizar. A questão que fica é: Porque uma raça superior a nossa estaria vindo aqui para nos ajudar? A Liga da Liberdade é formada, e eles começam a fazer alguns protestos e questionar como as pessoas podem acreditar em seres que não mostram a sua face e em seres que escolheram um ser humano para passar seus comunicados, fica bem claro que nós precisamos de um rosto para adorar ou odiar e também é nesse ponto do livro que nossa fé é questionada, tanto de quem a tem, quanto das pessoas que são céticas e não acreditam em nada, como nós acreditamos em um Deus, e se nós descobríssemos que ele existe como reagiríamos? E se nós descobríssemos que não existe o que mudaria em nossas vidas? Os Senhores Supremos preferem não mostrar a sua face, eles dizem que nós ainda não estamos preparados, que nós os rejeitaríamos mesmo eles tendo um bom proposito, então eles estabelecem que em 50 anos eles vão se revelar para a humanidade.

Segunda Parte: A apresentação deles é feita e existe todo um porque, a nova geração que foi formada nesses 50 anos não tem mais a formação da religião o que não colocaria nenhuma barreira na sua aparência e sua aceitação seria feita de forma mais rápida. Vale citar que no livro temos algumas menções a bíblia que tem ligação direta com a narrativa, se você conhece a historia de Noé e Jonas ajuda nessa segunda parte da historia.

Também vale lembrar que o livro não tem um protagonista fixo em cada parte da historia alguém é destacado mas os personagens acabam ficando interligados no fim. Nessa parte do Livro somos apresentados para George Greggson, Jean, Rupert Boyce e Jan. Essa parte da historia é responsável por criar um clímax e encaminhar os fatos que vão ser relevantes para o desfecho do livro.12631539_10153754203511294_77040425283836130_n

Spoiler: Rupert é amigo de Jean, ela gosta e sempre foi atraída por coisas sobrenaturais, em uma festa dada por Rupert ele oferece um jogo para os seus convidados (ouija) que ficaram até o final da festa onde um Senhor Supremo que também é seu convidado (Rashaverak) e esta presente fica somente observando. No decorrer do jogo Jan faz uma pergunta relevante: Onde fica o planeta natal dos Senhores Supremos e a numeração do planeta é revelada, sua convidada Jean passa mal após a resposta e desmaia e o jogo é finalizado ali.

Jan é um astrofísico que se encontra muito frustrado com a decisão dos senhores supremos de fechar o espaço para ser explorado e após a revelação que ele tem da localização do planeta ele começa a se empenhar para conseguir conhecer o planeta natal dos Senhores Supremos que fica localizado na constelação Carina.

Parte Três: É onde realmente descobrimos o porque do livro se chamar O Fim da Infância. Junto com Jan nós descobrimos o que aconteceu com a Terra ele fica cerca de 80 anos terrestres fora, quando embarcou em sua viagem dentro da nave dos Senhores Supremos como um clandestino e quando ele retorna ele percebe que a Terra já é outra, não encontra mais ninguém da sua espécie, a raça humana esta extinta, ele é o ultimo ser humano. Os Senhores Supremos mostram um vídeo para ele contanto o porque daquilo ter acontecido, as crianças na Terra desde o mais bebezinho até os adolescentes de 15 anos não são mais humanas, elas também não são mais uma pessoa individual, elas são um ser único compartilham uma única mente e que esta ainda se desenvolvendo e se descobrindo e o descobrimento total só acontece após a partida dos Senhores Supremos. Também é onde revelado para nós quando foi o começo que desencadeou o ”fim da infância” e onde foi a primeira manifestação dos seus poderes.

O livro merece ser lido, ele é atemporal e poderia ser lido por uma pessoa de 1953 e por uma pessoa hoje sem causar nenhum desconforto, ele parece que fui publicado por um autor que esta vivendo os dias de hoje.

childhoods-end-promo-placement
Childhood’s End: É a adaptação feita pelo SyFy da Obra do Arthur Clarke.

Eu assisti a série e do meu ponto de vista é uma adaptação boa, porém achei um problema nela, eles criaram um romance para introduzir a historia para quem esta assistindo a série e isso teoricamente a facilitar a introdução para pessoas que não leram o livro, já que na narrativa do livro não temos um protagonista que começa e finaliza o livro, esse foi o jeito que eles fizeram para dar uma amarrada na série, porém esse ato prejudicou o objetivo quando no ultimo episodio eles dão muita importância para a historia e acabam por dar mais ênfase no romance criado e se esquecem que no final do livro foco nos humanos. Eu entendo que o final do livro e uma coisa difícil de se adaptar, temos uma personagem chama Jeniffer no livro ela é filha dos Greggson onde ela é importante mas na séria ela tomou proporções tão grandes e no final não foi explicado o porque disso ter acontecido com ela e quais consequências isso trouxe para os humanos, esqueceram de dizer que a viagem de Jan (personagem do livro) e na série conhecido como Milo, é tão importante o descobrimento dele do fim da sua raça e igualmente a sua expedição onde ele se torna a  única pessoa que um dia conheceu o mundo dos Senhores Supremos e por fim não teria como contar isso para ninguém.

alexander-forssberg-childhoods-end-concept-art-001

Eu entendo que é difícil adaptar uma obra de ficção cientifica sem cometer alguns deslizes, nunca um roteiro de uma série vai ficar 100% fiel ao livro porém desconsiderar a historia principal e focar em uma coisa que nem é presente no livro deixa essa adaptação meio enfraquecida. Enquanto o livro trata de religião, politica a vida entre outras coisas a série mostra um pouco disso mas no desfecho acaba focando em dois romances que não tem a menos relevância para o desfecho. Vale a pena ver a série sim, mas pra quem já leu o livro ela acaba tendo vários problemas.

Sobre a edição da א Aleph:
o-fim-da-infanciaTítulo: O Fim da Infância

Autor: Arthur C. Clarke
Tradutor: Carlos Angelo
Editora: א Aleph
Edição: 2ª – 2015
Idioma: Português
ISBN: 978-85-7657-081-3
Adicione: SkoobGoodreads
Especificações: 320 páginas
Dimensões: 14 x 21 cm

 

infancia_2014_frente_alta_1O livro pela Editora Aleph também tem duas versões de capa e se você tem essa capa aqui do lado, mas gostaria de ter a versão mais recente publicada pela Aleph, eles tem um incrível sistema de troca. Link para mais informações.

Débora Santos Almeida

Autora de textos sobre automobilismo em especial sobre Fórmula 1, leitora voraz de livros de ficção científica, amante de Arthur C. Clarke e freqüentadora do restaurante do Douglas Adams!

2 comentários em “RESENHA – O FIM DA INFÂNCIA

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: