Resenha: Pax

0 Flares Twitter 0 Facebook 0 Google+ 0 Pin It Share 0 Filament.io 0 Flares ×

Pax é uma história infantil escrita pela autora Sara Pennypacker, cheia de valores. O livro conta a história de Peter e sua raposa Pax, amigos inseparáveis. O livro começa a ser narrado logo depois que a raposa é abandonada em um bosque e Peter e o seu pai devem seguir suas vidas. O livro é dividido por capítulos que contam a perspectiva do garoto e da sua raposa, e as coisas que cada um está vivendo depois da separação.

Peter vai para a casa do avô, pois o seu pai deve ir para a guerra. O menino não tem outra opção a não ser ficar na casa do avô, pois ele já não tem mais a sua mãe. Peter começa a perceber que o que aconteceu com a sua raposa não foi errado, ela não deveria ter sido separada dele, pois eram praticamente um só, desde que ele pegou, a pequena raposinha órfã e começou a cuidar dela. Ela nunca soube como viver na natureza pois sempre teve comida, água e abrigo, seria uma presa fácil para qualquer predador. O menino então começa a planejar a sua fuga da casa do avô para ir em busca da sua amiga.

Peter então arruma tudo e na mesma madrugada da sua chegada na casa do avô, e inicia a sua jornada. Ele sabe que vai ter que ir andando até o local onde eles abandonaram o seu bichinho. Mas ele não contava que no meio do percurso acabaria quebrando o pé e se vê impotente para continuar a sua “missão”. Acaba tendo a ajuda de Vola, uma senhora que vivi sozinha em uma propriedade bem afastada da cidade e que depois de muito custo acaba decidindo cuidar de Peter e ajudá-lo na busca por Pax.

As pessoas que estão participando da guerra são chamadas de doentes de guerra pelas raposas. Pois nós humanos não pensam nas consequências que uma guerra trás, não pensamos em nós e nem mesmo nos bichos que acabam desabrigados, perdendo o espaço e muitas vezes acabam sendo abandonados pelos seus próprios tutores.

”Cinzento se levantou, agitado, e explicou a Pax como era o comportamento que tinha presenciado: um humano dando as costas para um vizinho que passava fome, agindo como se não houvesse comida na despensa, quando na verdade estava cheia; uma humana se mostrando indiferente ao parceiro que ela mesmo escolhera; outro humano que atraía uma ovelha do meio do bando com a voz suave para depois mata-la.”

A história fala de um valor que muitas vezes não são transmitidas em casa. Sabemos na quantidade de pessoas ruins que encontramos por aí, que são capazes de não gostarem de animais na sua vida, mas muitas vezes acabam tirando a vida dos animais de outras pessoas ou bichinhos que vivem na rua, por acharem que eles não sentem nada e não são dignos de amor. A autora usa a raposa como bicho de estimação que foi abandonado, mas ela representa todos aqueles animais que são deixados para trás, quando temos que nos mudar, nas viagens de final de ano ou quando eles fazem alguma coisa de errado, as vezes as pessoas acreditam que eles são apenas objetos descartáveis, que podem ser deixados por aí.

O livro mostra como os animais sentem, como demonstram isso com os seus olhos e o que os seus donos representam para eles. Você já pensou que você é o único ponto de referência para o seu bichinho pois ele está com você desde pequeno? Como as pessoas acham que essas vidas que só conhecem uma cama quentinha e comida disponível pode se virar sozinha em por aí? Eles não conhecem o mundo lá fora, o seu quintal é a maior selva que eles já conheceram.

Esse livro serve para tratar esse tipo de assunto com as crianças e realmente passar para elas que os animais podem ser os melhores amigos que elas vão ter na vida, sempre leais e que são tão importantes quanto qualquer membro da família assim que passam do portão para dentro de casa, eles sentem como nós.

A história mostra a forte ligação que Peter e Pax tinham e o apoio e a importância que esse bichinho tinha para ele, principalmente como ele auxiliou depois da perda da mãe dele. O livro é direcionado para as crianças, mas é capaz de agradar os adultos também, a história é bem contada, mas não espere detalhes muito aprofundados do ano que a história se passa ou o local que as coisas acontecem, é importante lembrar que as crianças ainda estão conhecendo geografia e a história. É uma história que fala de valores, amizades e pra quem já teve ou tem algum bichinho de estimação, vai ser bem significativa.

Título:Pax 
Autor: Sara Pennypacker
Tradutora: Regiane Winarski
Editora: Intrínseca
Edição: 1ª – 2016
Idioma: Português
ISBN-13: 9788551000229
ISBN-10: 8551000225
Adicione: Skoob Goodreads
Especificações: 288 páginas ,
Dimensões: 14 x 21 cm

Débora Santos Almeida

Autora de textos sobre automobilismo em especial sobre Fórmula 1, leitora voraz de livros de ficção científica, amante de Arthur C. Clarke e freqüentadora do restaurante do Douglas Adams!

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: